ESPOSENDE E O SEU CONCELHO


sexta-feira, 31 de maio de 2024

Esposende garante cerca de 20 milhões de euros para a 2ª fase da requalificação da Escola Secundária Henrique Medina | Investimento é dos maiores de sempre no concelho

 



Em cerimónia presidida pelo Ministro Adjunto e da Coesão Territorial, Manuel Castro Almeida, o Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, assinou, esta tarde, na sede da CCDR Norte, o contrato de financiamento que garante cerca de 17 milhões de euros para a execução da 2.ª fase das obras de requalificação da Escola Secundária Henrique Medina, de Esposende.

Esposende integra a lista de 16 municípios contemplados no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), em concreto do concurso “Programa de Recuperação/Reabilitação de Escolas - Modernização dos estabelecimentos públicos de ensino do 2º e 3º ciclos e secundário”. No total são 22 escolas da região Norte que vão receber intervenções de recuperação e reabilitação no valor de cerca de 130 milhões de euros.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Esposende “o ato hoje formalizado constitui um momento histórico, na medida em que é garantido o financiamento para concluir o processo de requalificação, iniciado pelo Município, da única Escola secundária do concelho, com uma população escolar de 1.070 alunos, 120 professores e 44 colaboradores, uma obra necessária e reconhecidamente prioritária para garantir a dignidade, conforto e modernidade que ambicionamos e reivindicamos para este estabelecimento de ensino”.

 

“Hoje é um dia deveras feliz, que merece ser celebrado”, afirma Benjamim Pereira, recordando que o Município, “sem quaisquer garantias de financiamento”, avançou com a 1.ª fase da obra e assegurou a execução do projeto para a 2.ª fase, vendo agora o seu esforço reconhecido.

 

Na 1.ª fase, que ultrapassou os 2,6 milhões de euros de investimento, foi concretizada a requalificação da zona administrativa, papelaria e biblioteca, a construção de um novo auditório e a ampliação da cantina escolar,

 

Na 2.ª fase está prevista a requalificação dos espaços de sala de aula existentes, a ampliação das salas de aula e a ampliação e requalificação da zona da cozinha, bar e dos espaços de apoio aos colaboradores, bem como a requalificação do pavilhão gimnodesportivo. A intervenção engloba, ainda, a construção de um novo edifício e a requalificação de todos os espaços exteriores e da globalidade das infraestruturas externas. Ainda de acordo com o projeto, serão criadas ligações interiores entre os vários edifícios, possibilitando que a circulação se faça sempre no interior.

 

A intervenção possibilitará dotar o ensino secundário em Esposende de uma escola totalmente renovada, assinala o autarca Benjamim Pereira, destacando que a Escola Secundária Henrique Medina será também dotada de um Centro Tecnológico Especializado em Informática, expectável ao abrigo do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). Com orçamento aprovado de aproximadamente 1 milhão e 55 mil euros, o investimento envolve a modernização e reabilitação das instalações e infraestruturas existentes e a aquisição de recursos educativos tecnológicos (equipamento), aumentando, assim, a capacidade de resposta do sistema educativo e formativo no território concelhio.

 

Contas feitas, somado o montante do financiamento, o valor não comparticipado e o investimento do Centro Tecnológico, o investimento global ronda os 20 milhões de euros, materializando “o maior investimento alguma vez executado no concelho”, afiança Benjamim Pereira.

 

Com a assinatura do contrato de financiamento, o Município está agora em condições de avançar com o lançamento concurso público da empreitada, depois de ter aprovado, em abril, o projeto da 2.ª fase da obra. 

 

A requalificação da Escola Secundária de Esposende enquadra-se na estratégia do Município para a área da Educação, alinhada com as metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU).       

Nenhum comentário:

Postar um comentário