ESPOSENDE E O SEU CONCELHO


sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Campanha de Solidariedade da Rede Social de Esposende angariou mais de 4,5 toneladas de alimentos para famílias carenciadas



Campanha de Solidariedade da Rede Social de Esposende angariou mais de 4,5 toneladas de alimentos para famílias carenciadas

Foi um mar de generosidade a Campanha de Solidariedade que a Rede Social de Esposende levou a efeito de 27 de Julho a 20 de Agosto, em todo o território concelhio.

No total, foram angariados 4600 Kg de bens alimentares (7 469 unidades), superando a última campanha realizada em Dezembro de 2011, em que foram recolhidos 3 480 kg (4 815 bens).

Uma vez mais, e apesar da conjuntura económico-financeira desfavorável, a população do concelho mostrou a sua solidariedade, provando que está sensível às dificuldades por que atravessam muitas famílias. O facto de esta campanha de recolha de bens alimentares não se ter confinado às grandes superfícies comerciais e ter sido alargada às freguesias ajudou também a que mais pessoas pudessem contribuir, como o confirma o acréscimo registado.

Os bens alimentares doados serão entregues às famílias carenciadas que se encontram em acompanhamento pela Rede Social, através da Loja Social Rede Solidária.

Refira-se que, dos produtos distribuídos pela Loja Social, os bens de primeira necessidade são os mais requisitados. Durante os primeiros seis meses de funcionamento da Loja Social, entre Janeiro e Junho deste ano, foram entregues 13 822 produtos alimentares, contemplando cerca de 200 famílias.

Os bens alimentares representam um apoio essencial e fundamental para as famílias que, por diversas circunstâncias, possam estar a passar por uma situação de maior vulnerabilidade socio-económica, pelo que a Rede Social Concelhia, e em particular a Câmara Municipal, agradecem o contributo de todos e a importante colaboração das Juntas de Freguesia, Associação Comercial e Industrial do Concelho de Esposende e do Banco Local de Voluntariado, sem os quais esta campanha não se traduziria num sucesso.

Serviço de Comunicação e Imagem da CME

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

ESPOSENDE AGENDA - SETEMBRO 2012

2ª Feira Medieval de Esposende

Por Carlos Barros




Aqui envio umas imagens da feira Medieval, a realizar-se na nossa bela cidade de Esposende, e nesta 5ª feira estão em marcha os  preparativos para o arranque, desta 2ª feira medieval, nesta sexta-feira, dia 31 de agosto.
Um espaço para ser compreendido no contexto da história Medieval da Europa mas, para além da componente cultural, teremos o convívio, gastronomia, música, bobos da corte, danças  e outras surpresas.

II Feira Medieval de Esposende

 
Clique na imagem para ampliá-la e ter a sua leitura facilitada.

No último fim-de-semana de Agosto realiza-se a II Feira Medieval de Esposende, um evento com o cunho da Associação Comercial e Industrial do Concelho de Esposende.
Trata-se de um evento anual, de grande qualidade, que atraiu, no ano passado, milhares de pessoas à cidade, imbuídos pelo espírito medieval e que este ano se realiza a 31 de Agosto, 1 e 2 de Setembro.

Este ano a animação está de regresso às principais ruas da cidade: Largo dos Peixinhos, Praça do Município, Rua 1º de Dezembro e Rua Conde Castro.

Pelas ruas não vão faltar música, teatro, animações e o acampamento medieval que traz consigo muito comércio. Também os comerciantes e associações foram chamados a participar e a dar o seu contributo para tão grande evento, que tem como objectivo criar novas formas de animação de rua, atraindo turistas e visitantes até ao Concelho de Esposende nesta época de Verão.
Posto de Turismo de Esposende/Miguel Gomes/Aurora Lima

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Biblioteca Municipal de Esposende acolhe workshop para futuros pais



Biblioteca Municipal de Esposende acolhe workshop para futuros pais

4 de Setembro – 18h30

No Auditório da Biblioteca Municipal Manuel de Boaventura, em Esposende, decorrerá, no próximo dia 4 de Setembro, pelas 18h30, um workshop dirigido para os futuros pais que pretendam mais informações sobre a gravidez, organizado pelo Clube Mamãs & Bebés.

Nesta sessão, um técnico de um laboratório de Criopreservação vai esclarecer os participantes sobre o que são e para que servem as células estaminais e uma enfermeira especialista em saúde materna e obstétrica, do Centro de Saúde de Esposende, vai abordar a massagem ao bebé.  

A participação neste workshop é gratuita, mas dado que o número de inscrições é limitado, os interessados deverão inscrever-se através do e-mail geral@mamasebebes.pt ou do telemóvel 935 726 691.

Serviço de Comunicação e Imagem da CME

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

5ª Prova BTT


XI Jornadas Desportivas
5ª Prova BTT
dia 2 de Setembro
Curvos – Esposende
 Posto de Turismo de Esposende/Miguel Gomes/Aurora Lima

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Banho santo em Esposende para afastar males e medos

João Cepa lamenta falta de empenho da Administração Central na resolução dos problemas do Rio Cávado


Apresentação do catálogo da exposição “Esposende: a barra, o porto e a navegabilidade do Cávado – projectos e memórias”

João Cepa lamenta falta de empenho da Administração Central na resolução dos problemas do Rio Cávado

Após a inauguração, em Abril passado, da Exposição “Esposende: A barra, o Porto e a Navegabilidade do Cávado – Projectos e Memórias”, que está patente no Museu Municipal de Esposende, foi apresentado, ontem, 23 de Agosto, o respectivo catálogo.

Coube ao Comissário Científico da Exposição, organizada pela Câmara Municipal de Esposende, a apresentação da publicação, que dá a conhecer os vários projectos que foram desenvolvidos, ao longo dos últimos 250 anos, sobre a barra, o porto e a navegabilidade do Rio Cávado.

Albino Penteado Neiva lamentou que Esposende se debata ainda com os problemas da barra e da navegabilidade e afirmou que, ao longo dos anos, “não houve coragem” para encontrar uma solução. Manifestou, contudo, a esperança de “que um dia possamos assistir a um momento histórico para resolver o problema da barra”.

Na mesma linha foi a intervenção do Presidente da Câmara Municipal, que apontou a poluição, o assoreamento e a barra como os grandes problemas do Cávado.

João Cepa revelou que não teve eco o desafio que em tempos lançou para que fossem feitas análises regularmente, nos limites de cada concelho banhado pelo Cávado, no sentido de determinar os maiores focos de poluição, responsabilizando os respectivos municípios e poluidores.

Relativamente ao assoreamento, o Autarca voltou a defender a concessão da dragagem do rio a privados, com a comercialização controlada dos inertes, como a solução para resolver o problema, mas que é inviabilizada devido à Lei da Água, que proíbe essa comercialização e que obriga a que os inertes sejam depositados nas praias ou em alto mar, o que torna estas soluções impraticáveis do ponto de vista financeiro.

Para o facto de os problemas da barra continuarem por resolver o Presidente da Câmara Municipal apresentou duas razões: o reduzido peso eleitoral do concelho no contexto nacional e a proximidade de Esposende com os portos de Viana do Castelo e de Vila do Conde e, mais recentemente, da Póvoa de Varzim.

João Cepa apontou aos estudos e os projectos realizados no passado e retratados quer na exposição quer no catálogo, como um bom ponto de partida para estudar uma solução para os problemas que persistem no Cávado, mas considerou que tal não sucederá porque em Portugal “há um lobby fortíssimo de produção de estudos e não há interesse em perder a oportunidade de fazer novos estudos”.

O Autarca lamentou, por outro lado, a oportunidade perdida de conseguir um financiamento comunitário de cerca de 2 milhões de euros para efectuar uma intervenção de desassoreamento e de requalificação das Docas de Pesca e de Recreio, por incapacidade do IPTM (Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos) em executar o projecto necessário para o efeito.

“É pena que este Município nunca tenha conseguido recursos financeiros próprios para fazer estas intervenções”, lamentou o Presidente da Câmara Municipal, acrescentando estar convencido de que “só por essa via se poderá fazer alguma coisa pelo e no rio Cávado”. Assumindo-se um pouco cansado de “remar contra a maré”, João Cepa manifestou, no entanto, a esperança de que, no futuro, Esposende possa ver resolvidos os problemas do Rio Cávado.

Agradeceu ao autor do catálogo o “excelente trabalho” realizado, dizendo que “fazia falta uma compilação dos estudos e projectos efectuados relativamente à barra”. João Cepa garantiu que enviará “exemplares a alguns membros do Governo e responsáveis de organismos do Estado para ver se, pelo menos, ficam mais bem informados e esclarecidos para esta necessidade imperiosa de se fazer um conjunto de intervenções no Rio Cávado”.


Refira-se que o catálogo da exposição “Esposende: a barra, o porto e a navegabilidade do Cávado – projectos e memórias” está disponível no Museu Municipal, onde a exposição pode ser visitada de terça a sexta-feira, das 14h00 às 17h30 e ao domingo, entre as 14h30 e as 18h00.

Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Esposende na imprensa


A operação da GNR de Esposende, com apoio do Destacamento de Intervenção de Braga, centrada no combate à contrafação e pirataria de Cd"s e DVD"s, permitiu apreender artigos contrafeitos de várias marcas (Carrera, Ray Ban, Gucci, Emporio Armani, ...

A GNR identificou anteontem, na feira de São Bartolomeu, em São Bartolomeu do Mar (Esposende) 11 pessoas por suspeita de crimes de contrafacção. Seis dos identificados são de nacionalidade marroquina, quatro do Bangladesh e um é português e têm ...

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Esposende - Agenda: Agosto 2012



II Feira Medieval de Esposende


Informamos que no último fim-de-semana de Agosto realiza-se a II Feira Medieval de Esposende, um evento com o cunho da Associação Comercial e Industrial do Concelho de Esposende.
Trata-se de um evento anual, de grande qualidade, que atraiu, no ano passado, milhares de pessoas à cidade, imbuídos pelo espírito medieval e que este ano se realiza a 31 de Agosto, 1 e 2 de Setembro.
Este ano a animação está de regresso às principais ruas da cidade: Largo dos Peixinhos, Praça do Município, Rua 1º de Dezembro e Rua Conde Castro.
Pelas ruas não vão faltar música, teatro, animações e o acampamento medieval que  traz consigo muito comércio. Também os comerciantes e associações foram chamados a participar e a dar o seu contributo para tão grande evento, que tem como objectivo criar novas formas de animação de rua, atraindo turistas e visitantes até ao Concelho de Esposende nesta época de Verão.
Posto de Turismo de Esposende/Miguel Gomes/Aurora Lima

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Caminhada - Trilho das cangostas



No âmbito do programa Esposende em Movimento 2012, a Esposende 2000 EEM e o Município de Esposende vão promover, no próximo dia 26 de Agosto, mais uma caminhada - O TRILHO DAS CANGOSTAS. A atividade será realizada na freguesia de Antas, num percurso de aproximadamente 12 Km, contactando com importante património natural e edificado.
Para mais informações e inscrições, ver o sitio www.esposende2000.pt
Posto de Turismo de Esposende/Miguel Gomes/Aurora Lima

Centro Interpretativo de S. Lourenço recebeu mais de 13 mil visitantes no primeiro ano




Centro Interpretativo de S. Lourenço recebeu mais de 13 mil visitantes no primeiro ano

No primeiro ano de funcionamento, o Centro Interpretativo de S. Lourenço (CISL) recebeu mais de 13 mil visitantes, número que expressa a mais-valia deste equipamento municipal localizado no Monte de S. Lourenço, na freguesia de Vila Chã.

Desde o dia 19 de Agosto de 2011, data em que foi inaugurado, o CISL tem registado uma procura crescente, quer por parte da comunidade educativa e instituições, como pessoas a título individual, câmaras municipais ou empresas, de vários pontos do país, assim como turistas oriundos de diversos países, nomeadamente Alemanha, Bélgica, Espanha, França, Inglaterra, Itália, Brasil, Canadá e Rússia.
 
Em termos de perfil, destacam-se os visitantes situados na faixa etária inferior a 13 anos, resultado do trabalho desenvolvido pelo Serviço Educativo, seguindo-se o grupo com idades entre os 26 e os 55 anos.

O Centro interpretativo de S. Lourenço é um equipamento cultural com valências de exposição e serviços, que pretende interpretar o espaço, ou seja, ser um ponto de partida para o conhecimento não só do Castro de S. Lourenço, mas de toda a área geográfico-arqueológica de Esposende. A partir do CISL o visitante poderá sair à descoberta da história de Esposende, com visitas ao Castro de S. Lourenço, ao património histórico e arqueológico de Esposende, com particular incidência no planalto de Vila Chã, rico em vestígios arqueológicos.

O Centro Interpretativo de S. Lourenço está aberto ao público à terça-feira, das 14h00 às17h30, de quarta a sexta-feira das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h30, e ao sábado e domingo entre as 14h00 e as 18h00.

De entre as várias propostas para o próximo mês, destaque para as actividades integradas nas Jornadas Europeias do Património, que decorrerão de 17 a 30 de Setembro. Trata-se de uma iniciativa anual do Conselho da Europa e da União Europeia, envolvendo cerca de 50 países, cujo objectivo é a sensibilização dos cidadãos para a importância da salvaguarda do Património. Este ano sob o lema “O Futuro da Memória”, pretende-se promover e realçar a importância do património cultural enquanto memória e documento da história e do desenvolvimento das sociedades e refletir sobre o seu papel para a construção do futuro. Considerando que o

Biblioteca Municipal de Esposende apresenta livro de poesia de Fátima Veloso


Biblioteca Municipal de Esposende apresenta livro de poesia de Fátima Veloso

A Biblioteca Municipal Manuel de Boaventura, de Esposende, vai acolher, no próximo sábado, dia 25 de Agosto, pelas 21h00, a sessão de apresentação do livro de poesia “Para além do azul”, da autoria de Fátima Veloso.

Natural de Póvoa de Varzim, Fátima Veloso é licenciada em Línguas e Literaturas Modernas e é professora de Língua Portuguesa do Ensino Básico. Dinamiza o Grupo de Teatro da escola onde lecciona e é membro do Clube dos Poetas da Póvoa de Varzim.

A apresentação do livro estará a cargo de Conceição Lima, que assina o prefácio da obra, onde refere que “Maria de Fátima Veloso põe facilmente a alma a nu, desvenda-se na leveza sem artifícios dos seus versos”.

A sessão contará também com declamação de poesia, com acompanhamento musical por alguns amigos do Clube de Poetas Poveiros.

O Serviço de Comunicação e Imagem da CME

terça-feira, 21 de agosto de 2012


Artesã Joana Patrão em destaque na Feira de Artesanato de Esposende de Agosto

Joana Patrão é a artesã que vai estar em destaque na Feira de Artesanato de Esposende do mês de Agosto, que se realiza no próximo domingo, dia 26.

Natural da freguesia de Marinhas, Joana Patrão dedica-se à pintura e criação de peças em tecido, decoração de madeiras, vidro e velas.

É detentora de uma Licenciatura em Ensino Básico e foi durante o período de desemprego que optou por desenvolver o gosto que sempre teve pelo artesanato, começando a criar as suas peças. Os tecidos sempre foram o seu grande fascínio pelo que pintá-los, moldá-los e decorar peças com eles é o que esta artesã gosta de fazer. Personaliza os seus artigos com nomes próprios e cria peças para festividades e eventos.

Em 2011, Joana Patrão estreou-se com algumas encomendas e tem vindo a participar regularmente na Feira de Artesanato de Esposende e em certames do mesmo género em diferentes cidades do norte do nosso país.

A Feira de Artesanato de Esposende é uma organização da Câmara Municipal e decorre no último de cada mês, entre as 10h00 e as 19h00, no Largo Rodrigues Sampaio, com o intuito de promover o artesanato e os artesãos, proporcionando, simultaneamente, animação na cidade.
Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Romaria de S. Bartolomeu do Mar

Romaria de S. Bartolomeu do Mar
15 a 24 de Agosto de 2012
Freguesia de Mar

Esta  multissecular romaria  é uma das mais concorridas do norte de Portugal, sendo talvez a mais típica e rica manifestação cultural e religiosa do concelho de Esposende.
Posto de Turismo de Esposende/Miguel Gomes/Aurora Lima

"ESPOSENDE: A BARRA, O PORTO E A NAVEGABILIDADE DO CÁVADO - PROJECTOS E MEMÓRIAS"

"ESPOSENDE: A BARRA, O PORTO E A NAVEGABILIDADE DO CÁVADO - PROJECTOS E MEMÓRIAS" 
Apresentação do Catálogo da Exposição
..quinta-feira, dia 23 de Agosto, pelas 17h30, 
no Museu Municipal de Esposende.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Esposende pondera baixar taxas e anuncia saída da Polis Litoral Norte


Comemorações do Dia da Cidade e do Município de Esposende

Esposende pondera baixar taxas e anuncia saída da Polis Litoral Norte

A Câmara Municipal de Esposende está a ponderar baixar as taxas e impostos municipais. O anúncio foi feito pelo Presidente João Cepa, na sessão solene do Dia da Cidade e do Município de Esposende, que se comemorou ontem, 19 de Agosto. Consciente das dificuldades que as famílias atravessam, o Autarca assumiu o compromisso de “estudar empenhadamente” essa possibilidade, no âmbito da elaboração do Orçamento Municipal para 2013, “desde que tal não ponha em causa a quantidade e qualidade dos serviços prestados”.

Num anúncio esperado, João Cepa confirmou a intenção do Município de abandonar a Sociedade Polis Litoral Norte, face à ausência de tomada de posição do Governo relativamente ao futuro do Programa. O Autarca tornou público o oficio enviado à Ministra da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território, onde recorda que a oito meses do prazo previsto para a conclusão das intervenções só foram executadas três empreitadas no concelho de Esposende, nomeadamente a Requalificação dos arruamentos Interiores do Pinhal de Ofir, a Execução dos Percursos da Natureza do Parque Natural do Litoral Norte e a Requalificação da Zona Ribeirinha de Esposende. Na missiva, o Autarca alude aos elevados custos de gestão do Programa Polis Litoral Norte, na ordem dos 100 mil euros mensais, refere que o investimento previsto e orçamentado para algumas das acções é insuficiente e lembra que, além do Estado, só o Município de Esposende tem a realização do seu capital em dia. Dado que até ao dia 19 de Agosto, data limite para que o Governo tomasse posição sobre o futuro do Programa, a situação se mantém inalterada, o Município vai propor à Assembleia Municipal a saída de Esposende do Programa e da Sociedade Polis Litoral Norte, tal como João Cepa havia anunciado em Julho, aquando da inauguração da mais recente intervenção na Frente Ribeirinha de Esposende. A próxima sessão da Assembleia Municipal de Esposende ocorrerá no próximo mês de Setembro.

Num discurso marcado por fortes críticas, o Presidente da Câmara Municipal voltou a manifestar receio em relação ao futuro do Poder Local. Falou num “ataque cerrado ao Poder Autárquico” e numa “campanha de descredibilização” dos autarcas e criticou os governantes e deputados que foram criando e aprovando leis que têm condicionado o trabalho das autarquias e dos autarcas.

A limitação de mandatos “imposta só aos autarcas” também mereceu críticas de João Cepa, que não se coibiu de questionar as reais motivações dos deputados da Assembleia da República, falando em “interesses dos grupos económicos, bancos, empresas privadas ou escritórios de advogados”, e não deixou de reparar “que limitam os mandatos dos outros, que impõem cortes aos outros, mas que mantêm as suas benesses e regalias intocáveis”.

O Autarca assumiu as críticas como “um desabafo de quem continua a não suportar a hipocrisia e de quem está cansado de ser condicionado na sua actividade autárquica por quem nunca soube, nunca quis ou nunca foi capaz de trabalhar junto dos verdadeiros problemas das pessoas”, sustentando com “leis e reformas absurdas que se idealizam e implementam”. A título de exemplo e em jeito de alerta, recordou uma lei de 2005 “que levará a que os proprietários dos terrenos localizados numa faixa de 50 metros a contar da linha de água em zonas ribeirinhas percam as suas propriedades a favor do Estado”.

Lançando um olhar sobre um país mergulhado numa crise financeira, económica, social e política, João Cepa criticou a “chico-espertice portuguesa congénita, essa desonestidade em pequena escala, que depois cresce e evolui até se converter em casos escandalosos na política”, afirmando que “não teremos melhores governantes enquanto não sinalizarmos um caminho destinado a erradicar primeiro os vícios que temos como povo”.

Em jeito de retrospectiva, João Cepa assumiu que este tem sido o mandato mais difícil em quase 14 anos de exercício autárquico, mas considerou ter escolhido o melhor caminho ao colocar no topo das prioridades a boa gestão financeira do Município, não descurando o desenvolvimento económico e social do concelho. Contudo, frisou, “não há sucessos de um homem só”, pelo que fez questão de agradecer, mais uma vez, a todos os que em funções autárquicas na Câmara Municipal, na Assembleia Municipal, nas Juntas e Assembleias de Freguesia “contribuíram com o seu trabalho e dedicação para esta causa”.

Porque as contrariedades são muitas e “as ajudas, os apoios e as benesses passam ao lado” de Esposende, o Autarca confessa que “tem havido momentos em que a revolta e a sensação de injustiça é tal que a vontade de bater com a porta vai muito para além do que seria normal”. Contudo, “nessas alturas o peso do compromisso assumido com a população do meu concelho fala mais alto”, vincou. Em dia de festa, o Presidente da Autarquia não esqueceu os aspectos positivos e manifestou satisfação por Esposende estar entre os dez municípios mais eficientes do país, sendo o único da região Norte, assim como por ter transitado para 2012 sem dívidas de curto prazo, mantendo actualmente a mesma situação financeira. Apesar da conjuntura desfavorável, o Presidente da Câmara Municipal manifestou a intenção de continuar a trabalhar com o mesmo entusiasmo, determinação e vontade de tornar o concelho cada vez mais desenvolvido e atractivo.

Como habitualmente, o Dia da Cidade e do Município é também a oportunidade para homenagear personalidades e instituições que, por várias razões, se tenham distinguido. Assim, com a Medalha de Mérito Cultural, foi condecorada a Escola de Música de Esposende, que assinala, este ano, o 25.º aniversário, e que é “uma referência no panorama da educação artística e cultural da região”, assinalou o Autarca João Cepa, elogiando a excelente gestão e o trabalho que tem sido desenvolvido.

Autarquia de Esposende inaugurou novos arruamentos em Marinhas no Dia da Cidade e do Município

 

Autarquia de Esposende inaugurou novos arruamentos em Marinhas no Dia da Cidade e do Município

No Dia da Cidade e do Município, o Presidente da Câmara Municipal de Esposende inaugurou dois novos arruamentos, na freguesia de Marinhas, num investimento superior a 353 mil euros, comparticipado a 80% por fundos comunitários.

Uma das intervenções traduziu-se na requalificação da Rua da Agrela, através do alargamento, reperfilamento e pavimentação em granito. A outra obra consistiu na construção da Estrada da Senhora da Paz, há muito ansiada pela população de Marinhas, particularmente dos moradores do Lugar de Rio de Moinhos. A Câmara Municipal já tinha efectuado uma primeira intervenção no acesso à Capela da Senhora da Paz, que orçou em cerca de 40 mil euros e que consistiu na limpeza e alargamento do caminho.

A Rua da Agrela liga o Lugar de Cepães à Avenida da Praia, em Esposende, e era também uma obra muito desejada, como assinalou o Presidente da Câmara Municipal, na presença de vários moradores. João Cepa apontou a obra como a concretização de mais um objectivo, referindo que “são momentos como estes que nos dão ânimo para continuar a trabalhar”. O Autarca agradeceu a disponibilidade dos proprietários que cederam terrenos para permitir o alargamento da via e deixou o apelo à população para ajudar a preservar o que é o bem público.

Por seu lado, o Presidente da Junta de Freguesia de Marinhas, Aurélio Neiva, agradeceu à Câmara Municipal a concretização da obra assim como às pessoas que cederam terrenos, assinalando que “só com a colaboração de todos é possível tornar realidade os projectos”.

A comprovar que era uma obra muito aguardada, a população de Marinhas compareceu em peso à cerimónia de inauguração da Estrada da Senhora da Paz. O acto foi antecedido por uma procissão desde a Capela da Senhora das Neves até à Capela da Senhora da Paz, ocorrida no âmbito do Jubileu Sacerdotal do Pároco de Marinhas, Padre Avelino Peres Filipe.

Apúlia recebe “Construções na Areia Olá 2012”






Amanhã, dia 21 de agosto, a partir das 10h30

Apúlia recebe
“Construções na Areia Olá 2012”

Olá partilha Felicidade, Perícia e Criatividade em 24 praias em todo o país



Lisboa, 20 de agosto, 2012 – É já amanhã, dia 21 de agosto que a praia de Apúlia recebe o “Construções na Areia Olá 2012”. Durante trinta dias, são 24 as praias de norte a sul do país que recebem esta iniciativa cuja tradição remonta a 1952.
A Olá Gelados participa neste grande encontro de pequenos escultores e partilha momentos de verdadeira criatividade e perícia que mostrarão a genialidade dos pequenos grandes escultores. Destinado a crianças entre os 6 e os 14 anos, “Construções na Areia Olá 2012” teve início nas praias de Santa Cruz e da Ilha de Tavira, no dia 3 de agosto, onde recebeu os 60 candidatos permitidos em cada localização.  
Inspiradas nas cores do verão, as crianças concorrentes poderão usar de toda a criatividade para criar as suas melhores esculturas, com recurso a conchas, plantas, algas marinhas, seixos e quaisquer ferramentas para esculpir. A base de trabalho é que será sempre a mesma: a areia!
Para refrescar e animar todos os concorrentes, assim como os seus pais, amigos, colegas e todos os que se reúnem nas praias para ver ou apoiar os participantes, a Olá Gelados marcará presença possibilitando a partilha de ainda mais momentos de felicidade refrescante.
Santa Cruz, Ilha de Tavira, Areia Branca, Armação de Pêra, Baleal, Rocha, Foz do Arelho, Meia-praia, S. Martinho do Porto, Figueirinha, Nazaré, Carcavelos, Pedrógão, Furadouro, Buarcos, Espinho-Azul, Vila do Conde, são as praias por onde já passou o “Construções de Areia Olá 2012.
Além de Apúlia, a iniciativa irá ainda passar pelas praias de Mira, Barra, Âncora, Torreira e Moledo. A grande final nacional terá lugar no domingo, dia 2 de setembro, onde nem as mascotes do Perna de Pau, Epá, Super Maxi e Max vão faltar. Será na praia do Tamariz onde o júri, composto por arquitetos, professores e designers, elegerá os grandes vencedores.
Para mais informações, por favor contactar:
Dina Alves – PURE ativism                       
Carla Grou – PURE ativism
Tlm: (+351)  91 192 24 89                            
Tel: (+351) 21 414 67 02                               
E-mail: dina.alves@pure.ativism.pt    

*Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Dina Alves                         



Iniciação à Pintura em Vidro

Posto de Turismo de Esposende/Miguel Gomes/Aurora Lima

sábado, 18 de agosto de 2012

“Fim-de-semana em Esposende” propõe viagem pelas lendas e tradições do concelho


“Fim-de-semana em Esposende” propõe viagem pelas lendas e tradições do concelho

Sob o mote “Lendas e Tradições”, a Câmara Municipal promove mais um Fim-de-semana em Esposende, entre os dias 24 e 26 de Agosto, com um conjunto de propostas e sugestões para todos os púbicos.

A Romaria de S. Bartolomeu do Mar e o tradicional banho santo, no dia 24, marcam o arranque do programa, que sugere, no dia 25, um Roteiro de Visita através das “Lendas e tradições de Esposende”, que fazem parte do património imaterial do concelho.

Assim, o roteiro inicia-se na Barca do Lago, em Gemeses, segue para Fão, com visita à Capela e Facho da Bonança, depois ruma a S. Bartolomeu do Mar e a Belinho, até ao Santuário da Senhora da Guia. A concentração dos participantes será em frente às Piscinas Municipais Foz do Cávado, em Esposende, às 14h30.

As inscrições para este roteiro são gratuitas e devem ser efectuadas até às 14h00 do dia 24, através do e-mail turismo@cm-esposende.pt.

No dia 26, o programa inclui duas sugestões, concretamente a Feira de Artesanato e uma caminhada. 

Como habitualmente, a Feira de Artesanato decorrerá entre as 10h00 e as 19h00, no Largo Rodrigues Sampaio, em Esposende, desta feita colocando em destaque a artesã esposendense Joana Patrão, que se dedica à pintura e criação de peças em tecido, decoração de madeiras, vidro e velas.

Outra proposta é a caminhada “Trilho das Cangostas”, que decorrerá na freguesia de Antas, ao longo de um percurso de 12 Kms. A actividade inicia-se às 9h00, estando a concentração dos participantes marcada para as 8h00, junto à Igreja Paroquial. A inscrição tem um custo de 2 euros por participante e deve ser efectuada através do site www.esposende2000.pt.

Recorde-se que, no último fim-de-semana de cada mês, a Câmara Municipal de Esposende promove um conjunto variado de iniciativas, com o objectivo de atrair gente ao concelho, proporcionando que quer os turistas e visitantes, quer os residentes, possam aproveitar da melhor forma o que o concelho tem para oferecer.

Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Festival de Folclore