ESPOSENDE E O SEU CONCELHO


domingo, 22 de abril de 2018

“Literacia em Saúde”


Esposende debateu “Literacia em Saúde”
No âmbito do Programa Municipal de Promoção da Saúde e ao abrigo do protocolo recentemente celebrado com o ISAVE - Instituto Superior de Saúde, o Município de Esposende realizou, hoje, o Seminário "Literacia em Saúde". 
A iniciativa decorreu no Fórum Municipal Rodrigues Sampaio, em Esposende, reunindo um alargado leque de reputados oradores, que, através de diferentes abordagens, possibilitaram a reflexão acerca desta matéria.


Na sessão de abertura, a Vice-presidente da Câmara Municipal e responsável pelo Pelouro da Saúde Pública, Alexandra Roeger, referiu que este evento se enquadra nas atividades do Mês da Saúde, que o Município está a desenvolver ao longo deste mês, para assinalar o Dia Mundial da Saúde, justamente sob a temática “Literacia em Saúde”. Alexandra Roeger notou que esta é uma matéria ainda em evolução, não obstante o muito trabalho que vem sendo desenvolvido neste plano. Defendeu, por isso, a pertinência e a importância de apostar numa maior informação e formação dos vários públicos, nomeadamente através de ações concertadas e de parcerias entre os vários agentes associados à área da saúde, considerando que “com o contributo de todos chegaremos a bom porto neste domínio da capacitação dos cidadãos que permitam a adequada tomada de decisões em saúde e, assim, a sua qualidade de vida e bem-estar”.

A Vice-presidente deu nota do vasto e profícuo trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Município no âmbito do Programa Municipal de Promoção da Saúde e que abrange as várias franjas da população, com particular incidência na infância, juventude e terceira idade.

Apontou, a título de exemplo, os projetos na área da qualidade e segurança alimentar, não apenas na preparação de ementas nutricionalmente ajustadas e em observância relativamente às mais modernas orientações, mas também na formação das colaboradoras das cozinhas e cantinas escolares. Referiu também os bons resultados do projeto Hortifuti, que está a ser desenvolvido junto da comunidade escolar e que pretende incentivar o consumo de legumes, bem como o impacto das iniciativas do evento “Março com Sabores do Mar”, evento que contou também com a colaboração do ISAVE, e que envolveram não só a comunidade escolar, bem como a população em geral, numa ótica de promoção de uma alimentação saudável, incentivando ao consumo de peixe.

Ainda no plano da promoção da saúde, Alexandra Roeger revelou que estão em perspetivas novos projetos, nomeadamente direcionados para franjas específicas da sociedade, e adiantou que, brevemente, será apresentado à comunidade o conjunto de eixos estratégicos, medidas e ações que constituem o Programa Municipal de Promoção da Saúde, como forma de potenciar o envolvimento direto e a participação de toda a comunidade.

Referindo-se ao Seminário “Literacia em Saúde”, a Vice-presidente do Município realçou a mais-valia das parcerias e as vantagens do trabalho em rede e manifestou a disponibilidade do Município para abraçar novos projetos.

Na sessão de abertura, interveio a Presidente do ISAVE, Mafalda Duarte, que saudou o Município pela iniciativa e pela pertinência do debate, realçando, ainda, o painel de excelência de oradores. Na mesma linha, o Presidente do Conselho de Direção do ISAVE, João Luís Nogueira, vincou que a literacia em saúde é da maior relevância, na medida em que contribuir para ajudar a população a viver com saúde.

A Diretora Executiva do ACES Cávado III – Barcelos/Esposende, Sofia Leal, afirmou que a literacia em saúde é uma preocupação nacional e um desafio que deverá envolver privilegiar o trabalho em rede, envolvendo diversas entidades e apontou já os exemplos do trabalho que o ACES se encontra a executar nestes domínios.

Este Seminário visou contribuir para que os cidadãos tenham acesso, compreendam e usem a informação de forma a que promovam e mantenham a sua saúde e bem-estar, tendo também a capacidade para tomar decisões em saúde fundamentadas, no decurso da vida do dia a dia – em casa, na comunidade, no local de trabalho, no mercado, na utilização do sistema de saúde.

Assim, no primeiro painel da manhã, dedicado à promoção da literacia em saúde, Ana Rito Pedro, da Escola Nacional de Saúde Pública, da Universidade Nova de Lisboa, abordou o tema “Literacia em saúde, dos dados à ação” e Débora Miranda, da mesma Instituição, falou sobre a “Estratégia de literacia em saúde adotada no âmbito do programa SNS+Proximidade”. Neste painel foi ainda abordado o tema referente à “Biblioteca de Literacia em Saúde”, com a presença de Sofia Leal, Diretora Executiva do ACES Cávado III – Barcelos/Esposende.

Num segundo painel foram apresentadas boas práticas em literacia em saúde, nomeadamente o trabalho realizado pelo “Laboratório de Criação para a Literacia em Saúde” e o “Programa de Literacia: Grau de literacia em Saúde numa amostra de Pessoas Idosas”, por Carla Serrão da Escola Superior de Educação Porto – Instituto Politécnico do Porto.

Já no período da tarde foi abordado o tema “Desafios e Constrangimentos em Literacia em Saúde”, com a presença de Rita Espanha, do ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, que apresentou o “Inquérito à literacia em Saúde em Portugal: o papel das fontes de informação”, de Luís Saboga Nunes, da Escola Nacional de Saúde Pública, da Universidade Nova de Lisboa, que abordou a temática “Promoção da literacia em contextos de saúde” e de Luisa Lima, do ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, que se debruçou sobre “Caminhos a definir no âmbito da literacia em saúde”.

Farol de Esposende


Assinatura anual:
Portugal - € 17
Estrangeiro - € 20
Sede e Redacção: Av. Eng. Eduardo Arantes de Oliveira
Estação de Socorros a Náufragos - 4740-204 Esposende
Telefone / Fax 253 964 836