ESPOSENDE E O SEU CONCELHO


quinta-feira, 15 de março de 2018

Município de Esposende

Esposende define prioridades na adaptação
às alterações climáticas
O Município de Esposende promoveu hoje reuniões dos grupos temáticos, constituídos no âmbito do projeto da Comunidade Intermunicipal (CIM) Cávado que pretende capacitar o território de uma estratégia concertada e apresentar propostas de adaptação às alterações climáticas no território da NUT III Cávado. Participaram autarcas e técnicos municipais, elementos das áreas da Proteção Civil e Socorro, Saúde, Turismo, Economia e de Organizações Não Governamentais da Área do Ambiente.
Estas reuniões tiveram como objetivo ultimar a informação que servirá de base ao memorando final da CIM Cávado e que contribuirá para a definição das medidas a implementar pelos municípios desta área geográfica.

Estas reuniões (que decorrem nos seis concelhos da CIM) decorrem da aprovação da candidatura “Estratégia Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas no território da NUTS III Cávado”, cuja principal finalidade radica na identificação das vulnerabilidades da região e na definição de estratégias de prevenção.
Divididos em grupos setoriais que abordaram as temáticas da Agricultura, Florestas e Biodiversidade, do Turismo e Economia, da Energia e Transportes, da Governação, Saúde e Segurança de pessoas e bens, dos Recursos Hídricos e Zonas Costeiras e do Ordenamento do Território e Infraestruturas, os participantes definiram as ações prioritárias que atenderam a fatores como a eficácia e eficiência das medidas preconizadas, a sua abrangência, as responsabilidades e os custos associados e eventual financiamento.
Alexandra Roeger, vice-presidente da Câmara Municipal de Esposende, lembrou que este trabalho prospetivo é da maior relevância na medida em que, ao envolver representantes dos vários setores da sociedade com responsabilidades diretas e indiretas na gestão do território e dos seus recursos, permitirá a obtenção de um resultado final em que estarão espelhadas as preocupações e as expectativas de todos. É um trabalho colaborativo e de efetiva participação, assente numa ótica de envolvimento e trabalho em rede.

No final de todo o processo, os contributos serão partilhados pela CIM Cávado e pelos municípios envolvidos junto dos agentes sociais e da população em geral, com o intuito de planear e implementar as estratégias de minimização dos efeitos das alterações climáticas definidas para o território, esbatendo vulnerabilidades e capacitando a população.

Farol de Esposende


Assinatura anual:
Portugal - € 17
Estrangeiro - € 20
Sede e Redacção: Av. Eng. Eduardo Arantes de Oliveira
Estação de Socorros a Náufragos - 4740-204 Esposende
Telefone / Fax 253 964 836