ESPOSENDE E O SEU CONCELHO


terça-feira, 20 de março de 2018

Coro Ars Vocalis


Coro Ars Vocalis estreia a obra “Procura”
do compositor Telmo Marques
Integrado no programa cultural da Semana Santa, no próximo sábado, dia 24 de março, às 21h30, na Igreja Matriz de Esposende, o Coro Ars Vocalis faz a estreia absoluta, em concerto, da obra “Procura”, do compositor Telmo Marques. Numa encomenda do Município de Esposende, a obra foi escrita para coro, piano, quarteto de cordas, trompete, marimba e outros instrumentos de percussão.



Trata-se de uma fascinante composição que promete “desassossegar” o público pelo constante apelo ao diálogo entre a emoção e a compreensão de significados. Dos serenos mares da profunda espiritualidade, que muitas vezes se agitam no turbilhão da vida, ao intenso e arrebatador poder da fé, a obra faz emergir o percurso de um crente à procura do caminho até Deus.

Neste concerto, que precede a entrada na Semana Santa, serão ainda interpretadas obras de Anton Bruckner, Jim Papoulis, Bob Chilcott e John Rutter.

Sob direção musical de Helena Venda Lima, acompanhará o Coro Ars Vocalis o MusiCórdia Ensemble, composto por Carlos Pinto da Costa (violino), Flora Castro (violino), Eugénia Lima (viola de arco), João Pinto da Costa (violoncelo), António Silva (trompete), Paulo Pontes (percussão) e Diogo Zão (piano).

Nascido no Porto em 1963, Telmo Marques é um dos mais prestigiados e proeminentes compositores e pianistas portugueses da atualidade. Licenciou-se em piano pela Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo do Porto (ESMAE). É Mestre pela Universidade de Roehampton (Reino unido), encontrando-se a concluir o Doutoramento em “Computer Music” na Universidade Católica. Mantém uma atividade de concertista em recitais, ações de formação e concertos pedagógicos. Conta com cerca de 50 participações discográficas como pianista, compositor e arranjador, com vários artistas portugueses. Algumas das suas obras estão publicadas em partitura pelas editoras AVA editions e BIM editions. Atualmente é professor e diretor do Departamento de Música na ESMAE.

O Coro Ars Vocalis nasce no seio da Escola de Música de Esposende e do seu projeto educativo, em 2009, e tem como base o trabalho realizado durante cinco anos com alunos da Escola Básica de Forjães, do Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio, no âmbito do ensino articulado de música. Atualmente constituído por cantores dos 15 aos 20 anos de idade, todos do concelho de Esposende, o grupo trabalha em formação de coro júnior, pretendendo desenvolver este conceito na prática coral portuguesa, com a perspetiva de “escola”. Do seu ainda breve percurso, destacam-se as participações no prestigiado Festival Internacional de Música de Cantonigrós, na Catalunha, em 2013, representando Portugal na categoria de coros infantis, e nas edições de 2013 a 2016 da Temporada de Música MusiCórdia, em Esposende. Em 2016, o Coro gravou o seu primeiro disco, que integrou a publicação “Mare Nostrum”, do Município de Esposende, com obras originais encomendadas ao compositor Telmo Marques, sob poesia de autores portugueses ligada ao mar. O Coro Ars Vocalis representa a continuidade do projeto de formação do Coro de Pequenos Cantores de Esposende, estando os dois projetos, por conseguinte, intimamente relacionados, numa lógica de sequencialidade etária e formativa.

Sob a coordenação artística da Escola de Música de Esposende, o Coro Ars Vocalis é financeiramente apoiado pelo Município de Esposende. A direção coral, desde a sua formação, está a cargo de Helena Venda Lima.

Farol de Esposende


Assinatura anual:
Portugal - € 17
Estrangeiro - € 20
Sede e Redacção: Av. Eng. Eduardo Arantes de Oliveira
Estação de Socorros a Náufragos - 4740-204 Esposende
Telefone / Fax 253 964 836