ESPOSENDE E O SEU CONCELHO


quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Manuel de Boaventura

Regulamento do Prémio Literário Manuel de Boaventura em discussão pública
De acordo com anúncio publicado na edição de hoje do Diário da República, decorre até ao dia 22 de novembro, o prazo de consulta pública do Projeto de Regulamento do Prémio Literário Manuel de Boaventura, a instituir pelo Município de Esposende a partir de 2017, com periodicidade bienal.
Decorrido o período para apresentação de contributos para a elaboração do Regulamento, o executivo municipal aprovou, por unanimidade, o Projeto de Regulamento, submetendo-o, agora, à consulta pública, de modo a que qualquer interessado possa pronunciar-se sobre as normas definidas para atribuição do Prémio Literário.
Durante este período, o projeto de regulamento poderá ser consultado no Serviço de Atendimento Personalizado da Câmara Municipal ou no sítio institucional da Câmara Municipal de Esposende, em www.cm-esposende.pt. As reclamações, observações ou sugestões devem ser apresentadas por escrito, dirigidas ao Presidente da Câmara Municipal de Esposende, podendo ser remetidas por via postal, correio eletrónico, para o endereço biblioteca.municipal@cm-esposende.pt, ou entregues no Serviço de Atendimento Personalizado do Município, durante o horário normal de expediente, entre as 8h30 e as 16h00.

O Prémio, no valor pecuniário de 7 500 euros, pretende homenagear e divulgar o escritor e homem de cultura Manuel de Boaventura, natural do concelho de Esposende e patrono da Biblioteca Municipal desde 1996, bem como a incentivar a criatividade literária e o gosto pela escrita. Em cada edição deverá premiar uma obra, na modalidade de romance/conto, da autoria de escritores de língua portuguesa, maiores de 18 anos, sendo que apenas podem submetidas a concurso obras cuja 1.ª edição tenha ocorrido durante o ano civil anterior a que se refere o concurso, escritas em língua portuguesa.
O Júri que avaliará as obras a concurso será composto dois críticos literários de reconhecido mérito académico e por um representante da Câmara Municipal de Esposende.
Manuel Joaquim de Boaventura nasceu a 15 de agosto de 1885, na freguesia de Vila Chã, e faleceu a 25 de Abril de 1973. Com o casamento, em 1906, fixou residência no lugar de Susão, na freguesia de Palmeira de Faro, onde escreveu toda a sua obra literária, composta por dezenas de títulos e uma notável colaboração jornalística nas principais revistas e jornais nacionais. Foi professor, subinspetor e diretor escolar da região.
A sua paixão pela cultura local, pelos hábitos e costumes do Minho, pelo linguarejar típico, levaram-no a coligir e publicar, entre outras, uma extraordinária obra, Vocabulário Minhoto. Nos seus romances e contos, reconhece-se a escrita da terra, os vocábulos lugareiros, as romarias e festas, o mundo maravilhoso de lendas, bruxas, gnomos, lobisomens, fadas e diabos, a narrativa humorística e emotiva dos costumes e paisagens de Entre Douro e Minho, especialmente o seu “terrunho” natal.

Farol de Esposende


Assinatura anual:
Portugal - € 17
Estrangeiro - € 20
Sede e Redacção: Av. Eng. Eduardo Arantes de Oliveira
Estação de Socorros a Náufragos - 4740-204 Esposende
Telefone / Fax 253 964 836