ESPOSENDE E O SEU CONCELHO


terça-feira, 3 de maio de 2016

Câmara Municipal de Esposende

Plano de Investimentos nas Freguesias 2016/2017 já arrancou 
Câmara Municipal de Esposende avança com ampliação do Cemitério de Belinho
A colocação da primeira pedra da obra de ampliação do Cemitério de Belinho, que ontem teve lugar, marcou o arranque no Plano de Investimentos nas Freguesias 2016/2017 do Município de Esposende, que contempla investimentos de aproximadamente 5 milhões de euros. A ampliação irá possibilitar a criação, numa primeira fase, de 93 novas sepulturas, ficando ainda terreno disponível para mais 60.
A cerimónia, apesar de simbólica, revestiu-se da maior relevância, atendendo a que vem sanar um problema que se arrastava há cerca de uma década, conforme salientou o Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, lembrando que a capacidade do cemitério há muito que se havia esgotado, constituindo “uma enorme preocupação” para a Junta da União das Freguesias de Belinho e Mar.

Benjamim Pereira referiu que o problema foi ultrapassado com a aquisição de uma parcela de terreno contígua ao cemitério, com uma área total de cerca de 1300 metros quadrados, negócio concretizado depois de o Município ter decidido abandonar o processo de expropriação que estava em curso. “Este foi um bom exemplo de diálogo e de aproximação”, referiu o Autarca, agradecendo ao proprietário do terreno pela forma como decorreram as negociações e salientando a postura colaborante da Junta de Freguesia da União das Freguesias de Belinho e Mar. Agradeceu também à população de Belinho pela “paciência e resiliência”.
“É por isto que vale a pena estar na política, para resolver os problemas das freguesias e das populações”, afirmou Benjamim Pereira, admitindo que tal só é possível porque a Câmara municipal dispõe de uma excelente situação financeira, que lhe permite alavancar um conjunto alargado de investimentos nas quinze freguesias do concelho. A somar às intervenções na requalificação/beneficiação de vias e equipamentos e ao nível das redes de água e saneamento, o Município elencou um conjunto de projetos estruturantes para o concelho que, referiu Benjamim Pereira, “têm que ser desenvolvidos ao longo do tempo”.
A obra de ampliação do cemitério, cujo prazo de execução é de 150 dias, representa um investimento de cerca de 150 mil euros, a que se somam 130 mil euros para a primeira fase da beneficiação e reperfilamento da Rua Padre Azevedo de Ribeirão, que passará a dar acesso ao cemitério.
Benjamim Pereira notou que o investimento do Município em Belinho é mais amplo, abrangendo a criação do Parque Intergeracional e a pavimentação da Travessa de Trigo Mareu e da Travessa das Barreiras. O Autarca referiu que, ainda recentemente, o Município apoiou com 250 mil euros o Centro Social da Juventude de Belinho, a Banda de Belinho com 15 mil euros e a Junta da União das Freguesias de Belinho e Mar com 21 600 euros para aquisição de uma viatura de 9 lugares, para além de ter efetuado investimentos na requalificação da Rua da Boavista e da Rua do Passal, o que corresponde a um investimento global de 750 mil euros unicamente para Belinho. “Estamos a resolver os problemas às pessoas e a cumprir com as nossas promessas”, referiu o Autarca, salientando que, além de não descurar as restantes freguesias do concelho, mantém a sustentabilidade financeira da Câmara Municipal.
Lembrando a recente aquisição do prédio situado na frente marítima de Apúlia, que encerrou um processo com dez anos, Benjamim Pereira adiantou que, esta semana, a Câmara Municipal vai concretizar duas novas negociações de aquisição de terrenos, uma em Vila Chã, que possibilitará o desenvolvimento de um projeto no âmbito da Rede de Castros do Noroeste, e uma outra junto ao largo da Feira para a conclusão daquele mercado. Em perspetiva está também a aquisição de dois moinhos para a criação do Parque Temático dos Moinhos da Abelheira.
Terminou com palavras de reconhecimento e incentivo para a Junta da União das Freguesias de Belinho e Mar pelo trabalho em equipa que tem desenvolvido, bem como pelo espírito reivindicativo que tem demonstrado.
Visivelmente feliz por ver concretizado um anseio antigo das gentes de Belinho, o Presidente da Junta da União das Freguesias de Belinho e Mar, Manuel Abreu, salientou o empenho e o esforço do Presidente Benjamim Pereira na resolução do problema e expressou a sua satisfação pela negociação alcançada.
Manuel Abreu referiu que o investimento em causa é, só por si, “merecedor de pompa e circunstância” e considerou que “a população não ia querer que o ato passasse despercebido”. O autarca de Belinho e Mar lembrou o forte investimento concretizado naquelas freguesias, onde se integra a requalificação da Praia de S. Bartolomeu, a aquisição do terreno para parque de estacionamento junto à Praia de Mar, o apoio ao Centro Social da Juventude de Belinho e o apoio para a aquisição de uma viatura de transporte de 9 lugares, adiantando que novos investimentos se perspetivam. O Autarca terminou a sua intervenção com agradecimentos ao Presidente Benjamim Pereira e restante executivo, que têm dado resposta às revindicações da população de Belinho e Mar.
O ato de bênção da colocação da primeira pedra da obra de ampliação do cemitério coube ao Pároco de Belinho, Padre José Manuel Ledo.

Farol de Esposende


Assinatura anual:
Portugal - € 17
Estrangeiro - € 20
Sede e Redacção: Av. Eng. Eduardo Arantes de Oliveira
Estação de Socorros a Náufragos - 4740-204 Esposende
Telefone / Fax 253 964 836